sábado, 24 de março de 2007

Publicado por Desnorteada às 11:29 da tarde 2 comentários
ODEIO gostar tanto de ti...

terça-feira, 20 de março de 2007

Publicado por Desnorteada às 11:24 da tarde 2 comentários
Apetecia-me escrever um monte de coisas, mas não vou fazê-lo... não devo fazê-lo. Vou, apenas, debitar algumas palavras como se da minha raiva se tratasse... Não suporto mais. Não consigo mais. Não quero mais. Bem sei que não faz sentido algum estas meias palavras, ainda que para mim faça todo o sentido do mundo. Sentimentos confusos, opostos, que lutam uns contra os outros para vencerem e ganharem espaço naquele espaço tão meu. Não dá mais. Vou parar de lutar... de resistir... de fingir que serei capaz. Não dá mais, mesmo! Eu sei o que quero. Eu sei o que posso. E também sei o que quero e não tenho e o que não posso. Acabou. Sigo o caminho na direcção contrária. Só assim vou conseguir voltar a mim... e que saudades minhas eu tenho...

sábado, 3 de março de 2007

Publicado por Desnorteada às 9:57 da tarde 3 comentários
Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...
Saudade é sentir que existe o que não existe mais...
Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
"aquela que nunca amou."
E esse é o maior dos sofrimentos:
Não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido...


Pablo Neruda
 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos