sábado, 13 de agosto de 2011

Das surpresas...

Publicado por Desnorteada às 11:36 da tarde

Adoro passar horas a pensar em como surpreender alguém. A última vez que o fiz, por exemplo, escrevi o mesmo bilhete aí umas 6 vezes. Em quase todas as minhas surpresas estão presentes as palavras e, por isso, talvez sejam elas as que mais gosto me dão inventar. A verdade é que sinto falta de surpresas, daquelas que nos enchem a alma e o coração de alegria. Tenho saudades de receber algo que me suspenda a respiração, que me faça perceber que valho a pena de alguma maneira para o remetente, que me faça ficar em transe durante vários minutos por não perceber o porquê da surpresa e por adorar segurá-la. Às vezes acho que não nasci para ser surpreendida, que não tenho esse direito, que... blá. blá, blá, wiskas saquetas!! É uma tolice pensar assim! Eu sei... Bolas!!! Fazem-me falta palavras [as tuas]... e os sorrisos... e as histórias... e o dia-a-dia... e as rotinas... Bolas!! Bolas!!! Faz-me falta ser surpreendida... um postal, caixas, caixinhas e caixotes, uma lembrança, um pedido de desculpa, um agir novo e original, genuinamente teu, que deixasse menos intenso este sabor amargo da desconfiança e retribuísse de alguma forma o que já fiz por nós ...

2 comentários:

joão disse...

às vezes esperamos a vida toda por uma boa surpresa. espero que alguém te consiga surpreender num futuro próximo. isso sabe sempre muito bem. ;)

Desnorteada on 9:51 da tarde disse...

também eu, joão, também eu!! ;)

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos