sábado, 5 de novembro de 2011

[Faz tanto frio cá dentro!]

Publicado por Desnorteada às 4:25 da tarde
Lá fora está muito frio, mas cá dentro a temperatura não é melhor. O gelo invade-me o peito, mesmo que ache que estou a tentar deixar que o calor entre. Se me podia deixar apaixonar por ti? Sim, podia, mas arriscaria a perder muito mais do que o nada que tenho. Tenho saudades de sentir, de dar, de me deixar levar nas asas de uma emoção sem fim. De falar pelos cotovelos e escrever sem medo o que o coração dita, o que a alma sussurra. De parecer parva com um sorriso de orelha a orelha só porque sim, porque damos sentido aos sentidos. Às vezes, apetece-me fazer de conta que é possível, que existe um antes e um depois de ti, que desta vez vai ser diferente e que os homens afinal não são todos iguais. Às vezes apetece-me, outras não. Outras fazem-me fugir de ti e pôr a máscara a que me habituei nos últimos anos, para não me enganarem, para não me magoarem, para que a desilusão não fale mais alto... é que depois... hmmm, depois o vazio é sempre muito maior, não é?

4 comentários:

mari on 9:06 da tarde disse...

assusta-me mais o vazio que um amor não correspondido ou que não dá certo ... :S

Desnorteada on 12:17 da manhã disse...

precisamente, mari... :*

João disse...

Não tenhas medo.. deixa-te ir! ;)

Desnorteada on 12:52 da manhã disse...

:) isso era bom, era...

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos