sábado, 17 de dezembro de 2011

Do espírito natalício...

Publicado por Desnorteada às 12:08 da tarde
Ora bem, ainda me faltam quatro prendas e não me apetece nada sair de casa e ir para a confusão. Este ano resolvi também dar prendas feitas por mim, mas a coisa podia estar a correr melhor... enfim, quem me manda a mim tentar envolver-me no espírito natalício?! Definitivamente, é uma época que me cansa... não física, mas emocionalmente. São tantas coisas a acontecerem que nem tempo tenho de viver isto por inteiro. Eu tento. Juro! Tenho tentado há dias ver esta época como uma altura do ano feliz, mas eu vejo tanta falsidade, tanto cinismo, tanta hipocrisia, que tudo o que quer que eu pense deixa de fazer sentido.
Tenho publicado uma rubrica chamada «E eu que nunca gostei de Natal!» para esquecer um pouco o que o Natal me faz lembrar e o que significa verdadeiramente para mim. É mesmo verdade: eu nunca gostei do Natal. [Pronto, já disse!] Pela primeira vez na vida, gostava que os desejos de fim de ano se concretizassem. Que fosse possível realizá-los. Quanto às prendas materiais [que sei que vou ter!], dispensava-as por palavras, por gestos, por carinhos sentidos e não ilusórios. Dispensava-as por um pedido de desculpa sincero e uma conversa aberta e sem medo das respostas que ficaram por dar. Por um colo, por um abraço ou um beijo. Juro que as dispensava... «to-di-nhas»! Só para os «e se...» se irem embora e os porquês deixarem de moer e remoer cá dentro... Aos que ainda acreditam no Natal, aproveitem, aproveitem como se não houvesse amanhã. Eu vou continuar a tentar... e, agora, que já se faz tarde, vou continuar a fazer os meus saquinhos com chocolates... Fui!

2 comentários:

teresa disse...

o Natal é assim, minha querida, um misto de emoções.. Beijinhos e coragem

Desnorteada on 11:17 da manhã disse...

;) eu sei, eu sei! :P

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos