domingo, 3 de junho de 2012

É. Eu sou assim...

Publicado por Desnorteada às 10:06 da tarde
Nunca me contentei com pouco, mas a verdade é que também nunca pedi muito. Ao longo da minha vida, fui traçando objectivos e, na medida do possível, não me tenho saído mal a concretizá-los. Uma das coisas que mais me custou ouvir foi: «não tenho aquilo que quero, mas aquilo que posso ter». Como é que é possível alguém abdicar assim da própria vida? Tenho dificuldade em entender quem se encosta à sombra da bananeira, quem não luta por aquilo que quer, quem desiste de viver. Já me apeteceu, por variadas vezes, deixar tudo e ir com a corrente, mas eu não sou assim... Basta-me um tempinho [pode ser uma hora ou dois ou três anos, não importa!] para perceber que nunca vou desistir do que quero e, muito menos, de mim. À minha volta, tenho visto muita gente a deixar os sonhos fugirem por entre os dedos, por estarem resignados com a vida que têm, por que acham que não conseguem mais do que têm, etc, etc. Não acho normal... até porque aquela aparente felicidade é sol de pouca dura. Exijo que me respeitem, que não estejam do meu lado por piedade ou porque simplesmente não têm mais ninguém para estar. Eu não sou a última bolacha do pacote e não tenho perfil para ficar com a última bolacha do pacote.

2 comentários:

joão disse...

e nós gostamos tanto de te ler assim... :)

Desnorteada on 5:24 da tarde disse...

obrigada! :)

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos