domingo, 30 de setembro de 2012

Do vazio...

Publicado por Desnorteada às 9:36 da tarde 6 comentários

Ontem devia ter sido um dia feliz.
Hoje também.
Não foram. 

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Das boas descobertas...

Publicado por Desnorteada às 4:33 da tarde 2 comentários

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Da sabedoria da Mafaldinha... I

Publicado por Desnorteada às 10:11 da manhã 2 comentários

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Da sabedoria da Mafaldinha...

Publicado por Desnorteada às 11:10 da tarde 2 comentários

domingo, 23 de setembro de 2012

Do domingo...

Publicado por Desnorteada às 7:39 da tarde 2 comentários



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Das saudades...

Publicado por Desnorteada às 10:03 da manhã 6 comentários

Este é o mais recente membro da família. Quer dizer, é o último elemento a ir lá para casa... Chama-se Benny Faísca [sim, Faísca!] e é o cão da minha sobrinha. Como devem imaginar o nome foi escolhido por ela e fez-nos prometer que cuidávamos dele como se fosse um menino enquanto estivesse longe dele. Tem sido uma emoção ver o Benny com o Artur [um boxer que já temos há 11 anos!] e ver como eles se entendem bem. Eu confesso que quando olho para este pequenito de 4Kg e pego nele ao colo, só me apetece apertá-lo. Ainda por cima faz-me logo lembrar a minha sobrinha e como ela fazia dele um "brinquedo" - [coitadinho!!]. Nunca pensei ter dois cães, mas até nem estou a desgostar desta experiência... dá muito mais trabalho, mas também vai-se conseguindo amaciar as saudades que tenho da minha sobrinha, das gargalhadas dela, do meu irmão, de ter a casa cheia aos domingos...

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Confesso...

Publicado por Desnorteada às 6:12 da tarde 4 comentários
Tenho algumas dificuldades em entender isto! Já tentei e tudo, mais do que uma vez, [juro], mas simplesmente não consigo...

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Por Portugal...

Publicado por Desnorteada às 2:10 da tarde 0 comentários

[A fotografia de Eduardo Gageiro é de 1 de Maio de 1974, mas esta mensagem não podia ser mais actual... ]

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Do aeroporto...

Publicado por Desnorteada às 2:25 da tarde 4 comentários
Hoje levantei-me às 5h da manhã para ir para o aeroporto. Nunca me custou tanto fazer tal percurso. Para mim, ir para o aeroporto era sempre sinónimo de viagens, de férias, de uns dias em trabalho noutra cidade e não lugar de despedidas, de saudade, de um vazio que nos transforma o coração num objecto com uma tonelada. Por causa deste país em coma, no qual vivemos actualmente, o meu irmão está em viagem, neste momento, com a família, para o Brasil em busca de uma vida melhor, mais feliz, mais justa, mais digna. A dor que senti ao despedir-me dele, ao abraçar a minha sobrinha, ao vê-la nos braços do meu pai e da minha mãe, num xi-coração apertado, é indescritível. Não consigo pô-la em palavras. A única coisa que desejo é que todo este esforço não seja em vão e que eles encontrem o que procuram... há anos. Nós, que ficamos por cá, vamos continuar de braços abertos e mentes despertas para levar o resto dos nossos dias em frente, com a internet como nosso maior aliada e com a confiança de que melhores dias virão.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Eu vou estar lá...

Publicado por Desnorteada às 10:24 da tarde 4 comentários

Pelos meus pais, por mim, pelo meu irmão, pela minha sobrinha, por todas as crianças da minha família, por todos os meus amigos, por todas as crianças deste país e por todos os portugueses. Nós merecemos que nos ouçam... e de uma vez por todas! No próximo sábado, quantos mais pusermos os pés na rua, melhor.

Ao que parece...

Publicado por Desnorteada às 12:17 da tarde 4 comentários

... a Castelbel publicou o textinho d' O Meu Lado B na sua página do facebook. :)
A Desnorteada está contente.

Da música triste...

Publicado por Desnorteada às 10:33 da manhã 3 comentários


Dizem que eu só oiço música triste. Talvez seja verdade. Gosto de sonoridades que me façam mexer por dentro, que me façam pensar, que me deixem quietinha no meu canto... Gosto, desmesuradamente, de me sentir abraçada pelas notas musicais, pelas letras lamechas, pelo canto sofrido. E a maior parte das vezes nem tem que ver com o meu estado de espírito... sou eu... Apenas.

domingo, 9 de setembro de 2012

Et voilá...

Publicado por Desnorteada às 5:17 da tarde 8 comentários

... pastéis de nata à la Desnorteada! 

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Da vida...

Publicado por Desnorteada às 3:12 da tarde 3 comentários
Odeio que me façam passar por burra. Sério! É o pior que me podem fazer...

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Bom dia...

Publicado por Desnorteada às 9:49 da manhã 4 comentários
... que hoje o dia prevê-se looooooooonnnnggggooooooooo!!

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Será?

Publicado por Desnorteada às 6:40 da tarde 4 comentários

[Sem dúvida, um dos filmes da minha vida!]

Nota mental:

Publicado por Desnorteada às 10:22 da manhã 4 comentários
há por aí muita gente a escrever mal com'ó caraças!!

[Pronto, já disse!]

domingo, 2 de setembro de 2012

Do fim-de-semana...

Publicado por Desnorteada às 9:26 da tarde 4 comentários

O tempo pode levar-nos a companhia umas das outras como na altura em que partilhávamos a mesma casa, as rotinas do dia-a-dia, o acordar ou o deitar, mas a verdade é que quando nos juntamos tudo parece estar na mesma. Ontem, uma de nós deixou o grupo das solteiras. Foi um dia indescritível. Já não estávamos as quatro juntas há seis anos e os sentimentos estiveram todos à flor da pele... os sorrisos, as histórias, as lembranças e até algumas lágrimas coloriram a saudade que, hoje, já está de volta... como se fizesse parte de nós e com a qual temos aprendido a viver. Não há muito a fazer, a não ser guardar no coração, numa pasta especial, estes momentos que nos enchem a alma de alegria. Sempre que nos recordar, lembrar-me-ei dos vestidos, dos penteados, os acessórios, da maquilhagem, dos vernizes, das flores, das músicas, dos pormenores, da surpresa do reencontro e da naturalidade com que ainda falamos e partilhamos as coisas. Há pessoas assim, que se conhecem para permanecerem na vida umas das outras, ainda que todos os dias existam entre nós centenas de quilómetros.  

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos