quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Do aeroporto...

Publicado por Desnorteada às 2:25 da tarde
Hoje levantei-me às 5h da manhã para ir para o aeroporto. Nunca me custou tanto fazer tal percurso. Para mim, ir para o aeroporto era sempre sinónimo de viagens, de férias, de uns dias em trabalho noutra cidade e não lugar de despedidas, de saudade, de um vazio que nos transforma o coração num objecto com uma tonelada. Por causa deste país em coma, no qual vivemos actualmente, o meu irmão está em viagem, neste momento, com a família, para o Brasil em busca de uma vida melhor, mais feliz, mais justa, mais digna. A dor que senti ao despedir-me dele, ao abraçar a minha sobrinha, ao vê-la nos braços do meu pai e da minha mãe, num xi-coração apertado, é indescritível. Não consigo pô-la em palavras. A única coisa que desejo é que todo este esforço não seja em vão e que eles encontrem o que procuram... há anos. Nós, que ficamos por cá, vamos continuar de braços abertos e mentes despertas para levar o resto dos nossos dias em frente, com a internet como nosso maior aliada e com a confiança de que melhores dias virão.

4 comentários:

Teresa disse...

:( dói sempre tanto. Muita força, querida! Bjs

Desnorteada on 10:09 da tarde disse...

Obrigada.

D. on 10:19 da tarde disse...

Doi por certo muito a quem vai e a quem fica, mas eu admiro por demais a coragem destas pessoas, como o caso do teu irmão.
Desejo que tudo corra muito bem com eles. E para ti e pais, força.

Desnorteada on 11:11 da manhã disse...

D. dói mesmo muito. e eles só foram ontem! :(

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos