quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

[22.05.10]

Publicado por Desnorteada às 12:33 da tarde

Não devias ter vindo até mim hoje... Atravessares a minha memória para te ver durante uns míseros momentos só faz com que o meu coração fique mais e mais desgastado. Nunca lerás isto, mas tu sabes, eu realmente quero que sejas feliz. Sem mim. Chegaste como a música de um piano em silêncio, como se fosses gotas de chuva [daquela grossa que quase parece morna, quando a tarde se despede e a esperança vai com ela]. E ouço cada uma das notas num ritmo idêntico ao do meu batimento cardíaco, resvalando nos ecos do meu pensamento. Não devias ter vindo até mim hoje... Não é fácil manter-me concentrada. Por muito que me digas que não me querias magoar, erros imperdoáveis são difíceis de apagar. Tu sabias disso e sabias o quão difícil seria para mim perdoar-te depois da cruel e real verdade revelada. Volta atrás. Diz que tudo foi uma partida e que, afinal, é, sim, é a mim que queres e que o meu riso te faz acordar, mesmo quando já estás acordado. Por muito que tenhamos crescido juntos, por muito que sinta que continuemos a ser amigos [mesmo que não falemos], por muito que tentes, com pedidos de desculpa, tu nunca conseguirás remendar a parte enorme do meu coração que deixaste partida aos bocadinhos para sempre. Quero meter-me numa mala vazia. Quero meter-me a mim lá dentro e correr o fecho, ficando segura, aninhada e encolhida. Só assim, talvez, este vazio que sinto se preencha. 

9 comentários:

Jovem $0nhador@ on 12:42 da tarde disse...

Obrigada por teres partilhado este texto connosco! gostei muito ;)***

joão disse...

é o que digo: tu escreves p o mundial! :P

Kate on 6:18 da tarde disse...

Tempos houve em que estas palavras poderiam ser minhas...mas já lá vão, felizmente...

Teresa disse...

é tão bom ler o que escreves... ;)

Desnorteada on 10:48 da manhã disse...

obrigada, obrigada, obrigada... ;)

*Kate, isto foi escrito em Maio de 2010. Hoje, felizmente, já consigo ter outra visão da coisa... :P

Diario de uma mae solteira on 9:21 da manhã disse...

Conheci este blog através da Olivia (palito) e gostei. Parabéns

Desnorteada on 1:05 da tarde disse...

obrigada, mãe solteira! ;)

Pam on 11:35 da tarde disse...

Também já tive um momento em que este texto fazia todo o sentido. Hoje, felizmente, é só mais um passado arrumado!

Desnorteada on 8:49 da tarde disse...

;) e é tão sentirmos isso, não é?

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos