segunda-feira, 6 de maio de 2013

É a vida!

Publicado por Desnorteada às 3:35 da tarde

É verdade. Pela primeira vez, em muitos meses, estou feliz sem ti. É como se te tivesse arrumado para bem longe, no meu coração [já uma espécie de mala com a alça toda fodida por carregar muito peso das palavras não ditas, das palavras que disseram sem sentido, das palavras que nunca se hão-de dizer]. Peguei nos silêncios consentidos, nas histórias partilhadas, nos livros que demos a conhecer um ao outro, nas músicas que fizeram a nossa história, nos sorrisos e gargalhadas e arrumei-os todos num lugar só meu. Já não tens chave – apenas entras se eu deixar. Se tenho pena?! Não, não tenho. Já era tempo de acordar para a mim, de me pôr na agenda [como me disseram ontem] e de seguir caminho. O maior segredo está guardado connosco, no nosso corpo, na nossa alma, bem dentro de nós, num lugar onde um(a) qualquer nunca há-de chegar. Sim, chutei-te para canto, para bem longe, de mim e de nós, para que também eu pudesse ficar longe. Não foi fácil ver-te afastar, como um pacote no mar a boiar e a ir com a maré. Sentei-me, como espectadora, a ver-te ir, a deixar-te ir, a não querer-te a rondar nem por perto. E sabes, nem olhei para trás... e soube bem. Estou acordada, estou viva, estou quase, quase de volta.

4 comentários:

Kate on 6:17 da tarde disse...

Espero que assim continue!

Desnorteada on 11:35 da tarde disse...

Vai continuar, Kate! ;)

joão disse...

gosto de te saber assim... ;)

Desnorteada on 9:31 da tarde disse...

também eu, joão, também eu... :P

 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos