terça-feira, 5 de abril de 2016

Dos sonhos...

Publicado por Desnorteada às 3:36 da tarde 3 comentários
Houve um tempo em que acreditei que são os nossos sonhos que comandam a nossa vida. Depois deixei de acreditar. Não havia muitos sonhos que se concretizassem. Depois voltei a acreditar... e sonhei... e concretizei. E depois... bem, depois a vida encarregou-se de me mostrar que vale mesma a pena sonhar... que se o fizermos, não há nada que nos derrube. Não é caso raro que os sonhos estejam colados às nossas convicções, à nossa forma de ser, à nossa essência enquanto pessoas. Os meus, pelo menos, estão. E é cada vez mais difícil que sonhe os sonhos dos outros... assim como é muito difícil que aceite de ânimo leve que outros sonhem os meus sonhos. E façam, sem pudor, dos meus sonhos os seus sonhos.

Li algures que "o mundo está cheio de gente que quer colher frutos de árvores que nunca plantaram". [Oh, se está!!] Manipulam. Controlam. Dominam. Demonstram o seu poder vezes sem conta e só descansam quando se apoderam do que é nosso. Até os sonhos. Mesmo os que já estão materializados. Só que se esquecem de uma coisa: podem-nos tirar muita coisa na vida menos aquilo que é verdadeiramente nosso... As ideias que ecoam na nossa cabeça, os murmúrios do nosso coração, a força de uma vontade que faz tantas vezes mover o mundo. Tudo o que é genuinamente nosso não sai de nós. Nem a ferros. E essa é a verdadeira razão pela qual vale mesmo a pena sonhar...

Também houve um tempo em que acreditei que os sonhos podiam ser partilhados. Que com as pessoas certas não havia nada nem ninguém que nos impedisse de sonhar. E até há bem pouco tempo estava certa disso. Mas sou ingénua. E a vida encarregou-se de me mostrar [da pior maneira] que estava enganada. Os sonhos não são para ser vividos num processo conjunto, os sonhos são nossos - de cada um de nós - e, se quisermos, podemos partilhá-los com os outros. Raras vezes vivê-los juntos. Aquelas pessoas que | Manipulam. Controlam. Dominam. Demonstram o seu poder vezes sem conta e só descansam quando se apoderam do que é nosso | não deixam. Aquelas pessoas que | Manipulam. Controlam. Dominam. Demonstram o seu poder vezes sem conta e só descansam quando se apoderam do que é nosso | destroem tudo o que o que as envolve... mesmo o que se julga na nossa vida para sempre. E isso dói. Mata por dentro.

Para terminar, quero agradecer publicamente à Sofia do blogue Às Nove pelas sábias palavras publicadas há uns tempos. Dizem tudo. Num resumo apertadinho está tudo na frase: "se ficares atento aos sinais, a vida vai-te mostrando: quem sim, quem não e quem nunca". Não há verdade mais pura do que esta: "se ficares atento aos sinais, a vida vai-te mostrando: quem sim, quem não e quem nunca".


{por muito que, às vezes, custe aceitar...}
«o bem mais sincero que algumas pessoas te podem fazer, é sair da tua vida.»
| matheus jacob |
# e-a-vida-devolve-em-dobro
 

O Meu Lado B Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos